Search
  • Antonio Pietrobelli

Economia do Brasil cairá para 13ª em 2021

Economia do Brasil, que já foi a 6ª do mundo, cairá para 13ª em 2021


A economia do Brasil, que já foi a 6ª maior do mundo, e aspirava o 5º lugar, deve cair para a 13ª posição em 2021, um degrau abaixo da provável colocação no ranking de 2020. A projeção consta no estudo World Economic League Table 2021, feito anualmente pelo Centre for Economics and Business Research (CEBR).

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil ocupou a 6ª posição no ranking mundial em 2011, após ultrapassar o Reino Unido, e o país caminhava para o 5º lugar. Porém, a desvalorização do dólar, a queda nos preços das commodities e, principalmente, a crise agravada pelas políticas ultraneoliberais levaram a economia ladeira abaixo: 9º, em 2015, e 12º, em 2020, ultrapassado por Rússia, Coreia do Sul e Canadá. Em 2021, o PIB da Austrália também deve superar o do Brasil.

A recuperação será longa. Somente no final da década, em 2030, o Brasil deve retornar à 8ª posição no levantamento, mas voltará a cair até 2035, para o 9º posto. Ou seja, 20 anos sem sair do lugar em relação aos demais países.

Enquanto isso, a previsão é que a economia chinesa supere a dos Estados Unidos em 2028, cinco anos antes das previsões anteriores do CEBR. A Índia, depois de ultrapassar o Reino Unido em 2019, perderá a posição em 2020, mas voltará ao 5º lugar em 2025 e deverá chegar ao posto de 3º maior PIB do mundo por volta de 2030.

O CEBR calculou que o efeito da pandemia teve um custo no PIB mundial de US$ 6 trilhões. A previsão é de uma forte recuperação econômica em 2021, com um crescimento do PIB mundial de 3,4%, embora apenas em 2022 a economia do planeta ultrapassará o nível de 2019.

No Brasil, o estudo ressalta que o mercado de trabalho nunca se recuperou da recessão de 2015/16, e a pandemia de 2020 apenas piorou a situação. A taxa de desemprego aumentou de forma constante de 6,8% em 2014 para 11,9% em 2019 e deverá alcançar 13,4% em 2020.

“Um problema que afetará o mercado de trabalho do Brasil à medida que emergir da recessão nos próximos anos é a fraca produtividade, que o país sofre como resultado de um ambiente de negócios pobre e um sistema tributário distorcido.

3 views0 comments

Recent Posts

See All

Ano de 2021 deve ter safra recorde de grãos

O Brasil deve registrar, em 2021, safra recorde de cereais, leguminosas e oleaginosas, segundo estimativa de janeiro do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a previ

Bancos demitem mais de 10 mil trabalhadores

Os três maiores bancos brasileiros (Itaú-Unibanco, Bradesco e Santander) demitiram mais de 10 mil trabalhadores durante a pandemia, denuncia a Centra Única dos Trabalhadores (CUT). No ano passado,

Receba nossa Newsletter

  • White Facebook Icon

Antonio Pietobelli - 2020 - Todos os Direitos Reservados

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now